Blog

Você sabe o que é contratura capsular?

A contratura capsular é a complicação mais frequente decorrente de uma mamoplastia de aumento. O problema gera insatisfação na paciente e no cirurgião responsável, por isso, sua prevenção e tratamento são bastante discutidos e estudados.

Por definição, contratura capsular é uma cicatriz interna que se forma, em várias camadas, sobre a prótese mamária, ocasionando perda de elasticidade da cápsula que envolve o implante de silicone. Essa cicatriz é, geralmente, formada por tecido conjuntivo (fibrose). É uma reação natural do organismo, uma ação de defesa do sistema imunológico, que pode acontecer depois de qualquer cirurgia que envolva a inserção de materiais sintéticos no corpo.

A contratura acontece quando o desenvolvimento dessa fibrose natural é mais intenso. Quanto maior for a reação do organismo, maior será a produção de fibrose e a rigidez do implante. A complicação resulta em uma mama endurecida, distorcida e, às vezes, dolorida.

Pode ser causada por inflamação prolongada, trauma, hematoma, acúmulo de líquido, infecção, vazamento de silicone da prótese por rompimento, uso de radioterapia (nos casos de reconstrução pós-câncer), pelo material da superfície do implante e outros fatores ainda desconhecidos. O tempo de uso da prótese também pode influenciar no aparecimento da contratura capsular.

Sintomas, prevenção e tratamento da contratura capsular

Geralmente, os médicos a classificam em quatro níveis, de acordo com sua gravidade e com os sintomas que a paciente apresenta:

  • grau I: a consistência da mama é semelhante a de uma que não tenha passado pela mamoplastia de aumento, sem distorção ou assimetria. As mamas são macias e não há incômodo na palpação;
  • grau II: a mama fica um pouco endurecida e a prótese é palpável, mas não visível. Podem ocorrer pequenos incômodos;
  • grau III: a mama fica mais endurecida, a prótese é palpável e sua distorção já é visível. Há assimetria entre uma mama e outra;
  • grau IV: é o estágio mais grave. A mama fica muito endurecida, com séria distorção em sua anatomia. Pode ficar dolorida e fria, e limitar atividades físicas, além de haver perda do resultado da mamoplastia, com deslocamento do implante.

Quanto maior o grau de contratura, maior a pressão sobre o implante. Podem ocorrer desde ondulamentos pequenos até dobras na superfície da prótese. Contraturas mais graves podem levar ao rompimento do implante e ao vazamento de silicone, mas é importante explicar que essa não é uma relação de causa e efeito – até porque pode acontecer justamente o contrário: uma das causas da contratura pode ser o extravasamento de silicone.

O diagnóstico da contratura capsular é, principalmente, clínico, mas exames de imagem como ultrassom, tomografia computadorizada e ressonância magnética podem auxiliar o médico na identificação do problema.

Mesmo que não se tenha certeza sobre a causa da contratura capsular, algumas medidas são consideradas importantes para a prevenção e para reduzir, ao máximo, as possíveis reações do organismo ao material sintético: uso de antibióticos, monitoramento rigoroso do fluxo sanguíneo, utilização de próteses texturizadas (implantes de revestimento liso tendem a apresentar mais complicações), entre outros.

Além disso, a técnica cirúrgica da mamoplastia de aumento deve ser executada por um profissional capacitado e experiente, de modo a causar menos trauma ao organismo e atenuar as complicações que possam levar a uma contratura capsular. O local de realização do procedimento deve seguir as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para evitar infecções.

A paciente também deve seguir as orientações habituais do pós-operatório de uma mamoplastia de aumento, como respeito ao período de repouso, alimentação adequada, não fumar e uso de curativos para favorecer a cicatrização..

Compartilhar

Posts relacionados

Você sabe o que é contratura capsular? >

Cuidados no preenchimento com ácido hialurônico >

Como deve ser a preparação para a otoplastia >

Lipoaspiração emagrece? >

Blefaroplastia é a cirurgia que corrige pálpebras caídas >

Vídeo Relacionado

Dr. Vilberto Vieira participa do programa Falando da TVCOM (RBS)

Assistir

PRÉ-AGENDAR CONSULTA




Please leave this field empty.